Author: Adm_migramm

O Instituto de Conservaçao dá Natureza e dás Forestas ( ICNF) atópase realizando o seguimento das plantacións dos ovos de salmón realizadas a semana pasada no río Gadanha. Os resultados obtidos ata o momento, confirman o éxito da supervivencia dos embrións de salmón en torno...

Durante a jornada de hoje os membros da Direção Xeral de Património Natural (DXPN) em colaboração com o Instituto dá Conservação dá Natureza e dás Florestas (ICNF) e os membros do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) e a Estação de Hidrobioloxía "Barragem...

Graças ao Projeto Migraminho, mais de 78.000 jovens foram liberados no Baixo Minho, o dobro do indicador inicial previsto no projeto. No âmbito da Atividade 3: Reforço e melhoria das unidades populacionais de peixes migratórios, este projeto é realizado graças ao co-financiamento concedido pelo Fundo...

A presa de Frieira primeiro obstáculo infranqueable do curso principal do rio Minhño que se encontram os peixes migratórios quando remontam desde o mar, está situado aproximadamente a uns 80 Km da desembocadura do rio Miño na Guarda-Caminha....

Um fator determinante na distribuição das espécies diádromas é a existência de barreiras transversais que impedem os movimentos de migração do mar para o rio ou vice-versa, essenciais neste tipo de animais (Vieira-Lanero et a o., 2010). Estas barreiras estão relacionadas com a produção de...

Chupadores de pedras, assim poder-se-ia traduzir o nome genérico da nossa lamprea de mar, Petromyzon marinus Linnaeus, 1758, do latin petra (pedra) e do grego myzon (chupar). As lampreas estão entre os vertebrados mais antigos que vivem ainda na Terra e que nos ajudam a...